sexta-feira, junho 12, 2009

esqueletos

estátuas na Aldeia da Dona, Sabugal
Junho de 2009


Equivoquei-me na estrada. Apressado pelo cair da noite, procurei uma dica amiga que me pusesse em bom rumo. Em vão. Na aldeia, não havia uma só pessoa na rua, apesar do fim de tarde cálido a convidar a dois dedos de conversa com o vizinho da frente ou a breve passeata pelas ruelas da aldeia. A pequena taberna estava fechada. Nuns lameiros, meia dúzia de vacas pastando, noutros, matos cresciam no lugar de pastos. Os velhos resguardam-se cedo e os novos partiram há muito para a metrópole, dissera-me um amigo beirão. Então, encontrei estas três estátuas evocando trabalhadores rurais. Sem assinatura nem motivo, esqueletos de metal outrora donos de corpos que moldavam a terra, hoje guardiões de almas. Fantasmas.

Gonçalo Rosa

2 comentários:

Sónia Sanches disse...

Caro Gonçalo Rosa

As estatuas apresentadas são da obra de Joaquim Borregana, de nome artistico Kim Prisu, natural da Freguesia Aldeia da Dona, poderá ver a Obra do Artista Arraiano atraves do seu nome artistico.

Gonçalo disse...

Cara Sónia,

Desculpe só agora lhe responder. Não me apercebi da entrada deste comentário. Obrigado pelas informações bem úteis.

Gonçalo Rosa