terça-feira, fevereiro 21, 2012

Há meia hora que não consigo parar de rir

Com conselhos de administração assim como conseguiremos algum dia pagar as dívidas?
henrique pereira dos santos

4 comentários:

geocrusoe disse...

Fartei-me de rir também, vou colocar o artigo no meu facebook... apesar de ver as asneiras que a administração pública faz internamente em termos de desrespeito ambiental... esta ultrapassa em como se dá a volta para não seguir uma medida racional e ambientalmente correta.

aeloy disse...

Só podemos gozar com estes gajos.
Hoje na pastelaria pedi um copo de água, da mais cara...
Já não há paciência.
Ontem foram uns preocupados com Olivenza, hoje são estes disparates, cada dia nos saí uns na rifa.
Devia haver testes de QI para admitir as candidaturas a deputados e os idiotas (com todo o respeito, que também tem direitos) ser liminarmente excuidos.
Deviam ficar meia duzia, que talvez chegassem...
António Eloy
Este que também coloquei no meu blog(www.signos.blogspot.com) até parecia brincadeira de Carnaval ou a habitual de 1 de Abril

Luís Lavoura disse...

Se esta questão da água é ambiental, então eu proponho uma solução intermédia: deixem de usar garrafinhas de plástico e passem a usar ou
(1) garrafas de vidro retornáveis, que não geram resíduos,
(2) um dispensador de água, daqueles de 15 litros que diversas empresas fornecem, colocado à entrada da sala e do qual cada deputado se serve por si mesmo.
Ambas as soluções provocam zero resíduos. A primeira solução exige basicamente o mesmo trabalho humano que a atual, a segunda solução ainda exige menos, dado que são os próprios deputados a tratarem das suas necessidades em água.

Rúben Vilas Boas disse...

E cada um levar de casa a sua garrafinha com água da torneira?