terça-feira, maio 01, 2012

Duas excelentes exposições no MNHN


Estive este fim-de-semana no Museu Nacional de História Natural, onde visitei duas exposições sobre biodiversidade: "Piu - Um despertar para os sons da natureza" e "Presos no charco". Ambas as exposições são excelentes. A primeira introduz o conceito de paisagens acústicas e foi coordenada pelo Paulo Marques, um investigador em comunicação animal. Apresenta paisagens acústicas de vários pontos do país, e desenvolve a ideia de monitorização da biodiversidade a partir da monitorização destas paisagens acústicas ao longo dos anos. É uma excelente abordagem que me deixou a pensar em termos de generalização a nível global, na rede GEO BON que tenho vindo a desenvolver com outros colegas por esse mundo fora. Com um conjunto de "ninhos" interactivos o visitante é exposto à forma como as paisagens acústicas são compostas por diferentes sons, de vários animais e também de máquinas e actividades humanas.
A outra exposição debruça-se sobre a biodiversidade dos charcos temporários, e foi coordenada pela Maria José Caramujo, uma investigadora que tem estudado os crustáceos que habitam estes micro-habitats. É um mundo de mini e micro-organismos para o qual não estamos normalmente despertos, mas que é trazido para a nossa escala de uma forma cativante pela equipa da exposição. Ficamos a conhecer algumas das espécies mais comuns nestes habitats e também a forma como resistem à dissecação durante o Verão.
Vale a pena a visita.

1 comentário:

Silvia Mota Lopes disse...

Deve ter sido mesmo interessante:)